Minhas Compras
Você adicionou a sua lista de compras. O que deseja fazer agora?
Continuar Comprando! Fechar Compra!
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!

Home / Destaques / GP BRASIL - II TRIPLICE COROA

GP BRASIL - II TRIPLICE COROA

QUARTO DE MILHA FAZ QUATORZE ANOS SEM TRÍPLICE COROADO

Por Valdeci Gomes no dia em Destaques

GP BRASIL - II TRIPLICE COROA
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

O Jockey Club de Sorocaba, realizou neste final de semana, 25 de agosto de 2018, o Grande Prêmio Brasil – II Tríplice Coroa, com seis competidores, na distância de 365 metros e uma  bolsa de prêmios de R$ 100 mil reais.
E mais uma vez o sonho de um tríplice coroado no Brasil em 2018, não acontece, depois da ausência da campeã da I Tríplice Coroa – GP São Paulo, CORONA DAYTONA MRL (Corona For Me x Daytona Apollo MRL), ficou interrompida a corrida pelo título. Pois pela regra um único animal terá que vencer as três provas.
E neste sábado a campeã do GP Brasil - II Tríplice Coroa foi a potra TAREFA LAKE, uma filha de Granite Lake na Instintiva – por Apollo VM, criação do Haras São Matheus e propriedade de German Eduardo Morales, treinado por Rivail Rosa e montado por E Pereira. A campeã marcou 19s334, AAAT-107, venceu com meio corpo de vantagem sob os adversários.

E há quatorze anos o Quarto de Milha no Brasil não temos um tríplice coroado. O primeiro tríplice coroado no Quarto de Milha de Corrida foi Dash For Cash Jr. Após a inauguração do Jockey Club de Sorocaba, acontecem as três corridas atuais da Tríplice, GP São Paulo - I Tríplice Coroa, GP Brasil - II Tríplice Coroa e GP Consagração – III Tríplice Coroa. E desde 1981, apenas nove animais conseguiram o glorioso e majestoso título de Tríplice Coroado. São eles os vencedores: Dash For Cash Jr (1981 – Avaré); Lady’s Army (1984 – Ribeirão Preto); Platoon (1989 – Jaú); Apollo VM (1990 – Ribeirão Preto e Jaú); Return Point (1995 – Sorocaba); Summer Toll (1998 – Sorocaba); Nordick Only VM (2001 – Sorocaba); Kelia Vista (2003 –  Sorocaba); e Mogambo Fly VM (2004 – Sorocaba).

GP BRASIL - II TRIPLICE COROA


Olá, deixe seu comentário para GP BRASIL - II TRIPLICE COROA

Enviando Comentário Fechar :/